Dia do Meio Ambiente: Crianças e adolescentes do Bairro da Paz realizam projetos

Compartilhe agora mesmo


Comemorado no próximo domingo, 5, o Dia Mundial do Meio Ambiente vem sendo o foco da atenção de crianças e adolescentes do Bairro da Paz há pelo menos duas semanas. Integrantes de projetos desenvolvidos no Programa Avançar – espaço mantido pela Santa Casa da Bahia na comunidade –, os jovens estão trabalhando na execução de uma horta vertical e de maquetes que sugerem soluções para reduzir os índices de poluição no planeta.
Alunos da Escola de Informática e Cidadania, que capacita mais de 260 pessoas por semestre, estão envolvidos na produção da HortEic, horta que contará com plantios de alho, coentro, tomilho, manjericão e uma enorme variedade de chás, que serão utilizados para refeições preparadas dentro do Programa Avançar. A construção do espaço ainda envolve a utilização de materiais recicláveis, como pneus e garrafas pet, recolhidos do lixo jogado nas ruas do bairro.
De acordo com especialistas, o contato com hortas faz com que crianças e adolescentes desenvolvam costumes sustentáveis e ecologicamente corretos. “O aprendizado está sendo associado a todas as etapas de produção, com abordagens sobre consumo consciente, reciclagem e a influência do lixo na deterioração do meio ambiente”, afirma Eusilene Cassimiro, educadora da Escola de Informática.
Já as maquetes estão sendo construídas pelo público infantojuvenil que frequenta a Biblioteca Graciliano Ramos. O objetivo do trabalho é apresentar uma representação da situação atual do meio ambiente e apontar medidas que podem ser adotadas para reverter o cenário de degradação cada vez mais crescente. Plantar árvores e conservar os rios limpos são algumas delas. Os jovens estão inspirados na realidade do próprio Bairro da Paz, que nos últimos anos viu um rio ser transformado em esgoto a céu aberto, fonte de mau cheiro, mosquitos e outros fatores prejudiciais à saúde.
Relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) aponta que cerca de 23% de todas as mortes prematuras no mundo são consequências de problemas de degradação ambiental. Segundo o órgão, a poluição do ar é a pior delas, ao causar 7 milhões de óbitos por ano. No Brasil, estudiosos defendem que a legislação que se refere aos indicadores de poluição precisa ser atualizada, considerando que a regulamentação nacional estabelecida é de 1990.
Programa Avançar – A Santa Casa da Bahia fundou o Programa Avançar – Centro de Referência em Promoção Social e Capacitação em 2009, com o objetivo de atenuar as necessidades sociais e culturais dos moradores do Bairro da Paz. O espaço oferece gratuitamente cursos profissionalizantes e outros serviços de apoio à cidadania a crianças, jovens e adultos moradores da comunidade.

Compartilhe agora mesmo

Deixe uma resposta