Dia Mundial da Água: Prefeitura promove semana de conscientização

Compartilhe agora mesmo


A água doce é restrita no mundo. Do grande volume de massa líquida da Terra, apenas cerca de 3% é doce, e nem toda essa quantidade é acessível. Os outros 97% é proveniente dos oceanos. Para conscientizar a população desde os anos iniciais sobre a importância do uso consciente e da preservação do líquido precioso, a Prefeitura está promovendo a 1ª Semana Municipal: Água e Saúde Ambiental em escolas e espaços públicos.
O evento é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Smed) e a subcoordenação de Vigilância em Saúde Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, em referência ao Dia Mundial da Água, celebrado nesta sexta (22). A iniciativa engloba apresentação de vídeos, palestras, mostra científica com microscópios, apresentação da metodologia de avaliação da qualidade da água e jogos de pergunta e resposta nas escolas.
As atividades começaram na tarde de ontem (19), na Escola Municipal Hildete Lomanto, situada no Garcia. Nesta sexta (22), o Dique do Tororó receberá, das 9h às 13h, uma mostra científica com métodos de análise rápida da água, com distribuição de material educativo para a população.
Rios e canais – Além das ações de conscientização, a Prefeitura mantém uma atuação permanente e periódica em limpeza de rios, córregos e canais, coordenada pela Secretaria Municipal de Manutenção (Seman). No ano passado, 63 canais foram limpos em Salvador, totalizando mais de 33 mil metros de canais limpos. Em 2019, mais de 20 canais já foram limpos, totalizando cerca de 7 mil metros da extensão que passou por limpeza.
Atualmente, ainda é grande o despejo ilegal e clandestino de esgotamento sanitário e de lixo. De dentro dos canais são comumente retirados além de inúmeros sacos plásticos com lixo, sofás, colchões, sucatas, pneus e por vezes carcaças inteiras de veículos. Por isso, a importância do trabalho de conscientização nas escolas. Já as multas por crimes ambientais são aplicadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur).
Revitalização – Em dezembro de 2018, a Prefeitura também entregou uma importante obra de requalificação, dragagem e recuperação ambiental dos rios Trobogy e Passa Vaca, além do escoamento de água da lagoa da Paralela e recuperação do espelho d’água da lagoa do Vale Encantado, em Patamares. Essas iniciativas ajudam a preservar a água doce em Salvador.
As intervenções foram executadas pelo Consórcio Baixo Trobogy, vencedor da licitação, sob coordenação da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), com recursos oriundos de um convênio firmado com o Ministério das Cidades, no valor de R$ 94,4 milhões.
O rio Passa Vaca, que passou por revitalização, é de suma importância para a cidade, visto que a sua foz possui o último remanescente de manguezal no meio urbano, na orla atlântica de Salvador, segundo levantamento feito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e registrado no livro “O Caminho das Águas em Salvador”. O Passa Vaca nasce em São Rafael, é sobreposto pela Avenida Luiz Viana Filho (Paralela), atravessa todo o bairro de Patamares e deságua no Rio Jaguaribe, segunda maior bacia hidrográfica da capital.

Compartilhe agora mesmo

Deixe uma resposta