Florianópolis é pioneira na instalação de duchas ecológicas

Compartilhe agora mesmo

Racionalizar o uso da água e reeducar os usuários, este são os principais objetivos da Bio Ducha. O projeto pioneiro no Brasil foi inaugurado na Praia Brava, no Norte da Ilha, em Florianópolis pelos empresários catarinenses, Leandro Rosa e Maurício Fontana. Trata-se de um chuveiro que utiliza três litros de água em um banho que dura exatos 30 segundos. Em três meses de funcionamento, o equipamento faz sucesso entre os praieiros. “A aceitação do público é excelente. Calculamos que 20% das pessoas que passam pela praia utilizam a ducha ecológica”, observa Maurício.
Para utilizar o sistema, o banhista paga R$ 1 e tem direito a uma ducha higiênica com um sistema sustentável. O padrão internacional prevê que um banho econômico utilize no máximo seis litros de água por minuto, informa Maurício. A ideia, segundo ele, é mostrar que o banho não precisa ter exageros, e o pagamento da taxa é importante para que as pessoas criem ainda mais essa consciência de economia, além de manter os custos do equipamento. “A água é um bem econômico, as pessoas precisam saber o valor que ela representa”, lembra. Um estudo prevê a instalação em outras praias brasileiras. “Estamos avaliando a logística para colocar em outros pontos de Florianópolis”, sinaliza.
A água utilizada nos banhos não é jogada fora. Irrigar plantas, lavar carros são alguns dos destinos possíveis. “A água é armazenada em um tanque e levada para uma estação de tratamento e transformada em água de reuso”, destaca Maurício. Por enquanto, as duas unidades implantadas na Praia Brava estão em fase de testes e a água que sobre é aproveitada por uma empresa de materiais de construção.

Compartilhe agora mesmo

Deixe uma resposta