Missão europeia traz cooperação à Bahia

Compartilhe agora mesmo

Imagem relacionada
Estará em Salvador, nos próximos dias 19 e 20/10, um grupo de embaixadores europeus liderado pelo Embaixador João Gomes Cravinho, da Delegação da União Europeia no Brasil. O objetivo da delegação é o de buscar oportunidades de cooperação sobre projetos de baixo carbono, especialmente aqueles vinculados aos setores de energias renováveis, tecnologia e inovação, petroquímica, setor florestal (destaque para papel e celulose), alimentos e bebidas. Dentre as atividades previstas, uma série de visitas a lideranças empresariais e governamentais e, em 20/10, uma visita ao Senai Cimatec (Piatã).
O diretor executivo da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF), Wilson Andrade – que é Cônsul da Finlândia na Bahia e Sergipe, e também membro do Conselho Consultivo do Fundo Comum de Commodities das Nações Unidas – vai aproveitar a vinda do embaixador da Finlândia, Markku Virri, para uma agenda mais ampla e específica. O embaixador chega um dia antes (18/10) a Salvador quando visitará entidades empresariais e será recebido em um almoço com lideranças locais.
Andrade explica que o setor de base florestal será um dos apresentados na visita dos embaixadores ao Senai Cimatec. O setor, na Bahia, já recebe investimentos estrangeiros, especialmente na área de papel e celulose. “É um setor de alta produtividade. Também é o principal produto exportado (US$ 824 milhões em 2016, representando 16% das exportações totais), tendo a China, Holanda, Bélgica e França entre os grandes compradores. Existem investimentos dos países escandinavos, a exemplo da Veracel Celulse S.A. (8ª maior empresa no setor no Brasil), com sede em Eunápolis, com investimento da empresa sueco-finlandesa Stora Enso; e outros investimentos nas cidades de Canavieiras, Belmonte, Guaratinga, Itabela, Itagimirim, Itapebi, Mascote, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália”, explica.
Finlândia e o setor florestal – Este ano a Finlândia comemora 100 anos de independência e, nas últimas décadas, vem diversificando sua economia utilizando cada vez mais alta tecnologia, tendo o setor florestal com um dos pilares. No ano passado, as vendas de produtos de madeira ocuparam a 4ª posição no ranking das exportações do país. “O setor florestal, no Brasil, também se vale de alta tecnologia e pesquisa e, por isso, estamos estudando a possibilidade de uma cooperação internacional entre a Finlândia, as indústrias de base florestal na Bahia e universidades. Novas linhas de pesquisa podem interessar aos dois países na área de bioeconomia e de novos produtos de base florestal”, declara Andrade.
Fazem parte da missão: Embaixador João Gomes Cravinho, Delegação da União Europeia no Brasil; Embaixadora Irene Giner-Reichl (Áustria); Jean-Paul Charlier, Cônsul Geral no Rio de Janeiro (Bélgica); Embaixador Valeri Yotov (Bulgária); Embaixador Željko Vukosav (Croácia); Embaixador Markku Virri (Finlândia); Conselheiro Gustav Jersen (Dinamarca); Embaixador Alain Brian Bergant (Eslovênia); Embaixador Mart Tarmak (Estônia); Embaixador Brian Glynn (Irlanda); Ministro Conselheiro Sr. Filippo La Rosa (Itália); Embaixador Carlo Krieger (Luxemburgo); Sra. Laura Tupe, Cônsul Geral in São Paulo (Lituânia); Sr. Gonzalo Fournier, Cônsul Geral na Bahia da Espanha; Conselheiro de Prosperidade do Reino Unido, Sr. Reuben Aitken; Sr. Alejandro Zurita, Ministro Conselheiro, Delegação da União Europeia no Brasil; Sra. Mafalda Costa Pereira, Delegação da União Europeia no Brasil; Sra. Antonella Cerasino, Chefe de Projeto da Diplomacia Pública da União Europeia na América Latina; e Wilson Andrade, Cônsul da Finlândia na Bahia e Sergipe.
Agenda sexta-feira, 20 de outubro
Local: SENAI-CIMATEC (Avenida Orlando Gomes, 1845 – Piatã)
09h00 – 09h30: Boas Vindas e Apresentação Institucional SENAI-CIMATEC.
· Angelo Calmon de Sá Junior, Diretor e Presidente do Conselho de Comercio Exterior da FIEB – Federação das Industrias do estado da Bahia.
· Daniel Motta – Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do CIMATEC.
· Alex Alisson – Pro-Reitor de Pós Graduação e Pesquisa/Gerente das Áreas de Eficiência Energética, Energias Renováveis e Modelagem Computacional.
09h30 – 10h45 – Apresentação: “Possibilidades de Cooperação Econômica e Investimentos” pelos Embaixadores da União Europeia.
10h45 – 11h30 – Reunião entre representantes empresariais e associações industriais da Bahia com delegação europeia para apresentação e discussão sobre oportunidades de cooperação.
11h30 – 12h00 – Apresentação do setor de base florestal da Bahia, por Wilson Andrade – Diretor executivo da ABAF.
12h00 – 12h30 Visita aos laboratórios do SENAI CIMATEC.
A ABAF e o setor de base florestal – A indústria de base florestal usa a madeira como matéria-prima, com destaque para a produção de celulose, celulose solúvel, papel, ferro liga, madeira tratada, carvão vegetal e lenha para o processamento de grãos. A madeira utilizada é plantada e é considerada uma matéria-prima renovável, reciclável e amigável ao meio ambiente, à biodiversidade e à vida humana. A ABAF representa as empresas de base florestal do estado, assim como os seus fornecedores. Atualmente, a ABAF tem como associados: Aepes, Aiba, Aspex, Assosil, BSC, Caravelas Florestas, ERB, Ferbasa, Fibria, Floryl, JSL, Komatsu, Papaiz, Ponsse, Sineflor, Stora Enso, Suzano, Veracel e 2Tree. A ABAF tem como meta primeira contribuir para que o setor que representa se desenvolva sobre bases sustentáveis, seja do ponto de vista econômico, ambiental ou social.

Compartilhe agora mesmo

Deixe uma resposta