Programa promove a coleta de mais de 450 toneladas de tampas de plástico

Compartilhe agora mesmo

Na última quarta-feira (1º), o Tampinha Legal ultrapassou a marca de 453 ton de tampas plásticas coletadas desde o início do programa. Este volume representa o equivalente a 18,3 carretas de matéria-prima que retorna para a indústria como insumo para novos artefatos plásticos, tais como baldes e bacias, vassouras e escovas, prendedores de roupas e vasos de plantas, entre outros.

As mais de 250 milhões tampas plásticas entregues através do programa resultaram em valores superiores a R$ 846 mil, destinados integralmente para as contas bancárias das mais de 260 entidades assistenciais participantes do programa. A coordenadora do programa, Simara Souza, ressalta o impacto que estas ações têm de forma direta na sociedade. “Quando vemos o todo e tudo que essas doações significam para aqueles que prestam um trabalho ímpar à sociedade, percebemos que um simples gesto como o de separar as tampinhas plásticas é um ato de imensa de solidariedade e consciência socioambiental.”, explica Simara.

“O Tampinha Legal é uma permanente oportunidade de captação de recursos para o terceiro setor. Sabemos que 100% dos plásticos são recicláveis, portanto matéria-prima nobre que retorna para a indústria ao mesmo tempo em que faz o bem, proporcionando sustentabilidade econômica para entidades assistenciais” acrescenta.

Os pontos de coleta do Tampinha Legal são administrados pelas entidades assistenciais cadastradas no programa. É possível conferir o ponto de coleta mais próximo pelo site tampinhalegal.com.br, ou pelo aplicativo Tampinha Legal.

O Tampinha Legal

O Tampinha Legal é uma iniciativa do Instituto SustenPlást, buscando a melhor valorização de mercado para o material plástico. Recentemente, lançou as ações Copinho Legal e Canudinho Legal que, seguindo o modelo do Tampinha Legal, destinam 100% dos recursos obtidos com a venda destes materiais para as entidades assistenciais participantes do programa. Em Porto Alegre, o Tampinha Legal conta com o apoio estratégico da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais da FIERGS.

Já são mais de R$ 846 mil destinados para as 262 entidades assistenciais participantes do programa e cerca de 450 toneladas de tampinhas plásticas que retornaram para a indústria, caracterizando o modelo de Economia Circular. O Tampinha Legal atua em Alagoas, Pernambuco, Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. Além do site – tampinhalegal.com.br, também é possível acompanhar o trabalho do programa por redes sociais, como YouTube e Facebook.

Compartilhe agora mesmo

Deixe uma resposta